sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Saúde X costume


Hoje precisei de um encaminhamento para um dentista em Apucarana. Fui até o departamento responsável para fazer. Fui muito bem atendido pela funcionária do local, que prontamente fez um pré-agendamento. E só foi pré por que a moça disse que para ser um agendamento completo eu precisaria ter do cartão do SUS. Inoscentemente eu disse: "então vamos fazer o tal do cartão". Pasmem senhores. A moça que me atendeu, muito bem por sinal, disse-me que não podia fazer o cadastro pois não tinha acesso ao sistema. Inoscentemente perguntei quem fazia o cadastro e onde estava. Ela respondeu que a responsável pelo setor estava dando aula. É... isso mesmo... aula no sistema estadual de educação. Uma funcionária do município, lotada com 40 horas semanais, dando aula no período da tarde. Pode isso? Fiquei muito nervoso e preocupado com essa situação, principalmente por que naquele setor não se trabalha no período noturno onde essa ilustre funcionária poderia cumprir seu horário semanal. Andei pesquisando sobre esse assunto de férias vencidas e não posso afirmar nada pois não sou advogado, mas até onde eu entendi as férias deveriam ser gozadas de maneira efetiva, ou seja, os 30 dias diretos. Qualquer forma além disso é acordo interno e se é acordo interno, ao meu ver tem que ser feito de forma que não prejudique os usuários do serviço e muito menos lesem o patrimônio público. Pode ser que eu esteja enganado e tenha interpretado equivocadamente as informações que busquei, se esse for o caso não terei problema nenhum em me retratar.

Vejam bem, estou defendendo um direito que é meu. Eu precisei de um serviço bem prestado e não foi isso que eu encontrei. Não estou questionando se essa funcionária tem férias vencidas ou não, pode ser que tenha e esse direito não se discute. O que questiono é o fato do setor parar com a ausência de um funcionário. Isso é muito perigoso, principalmente para o setor de saúde, onde os erros ou omissões podem custar muito caro.

Hoje mesmo expus ao prefeito essa situação, que garantiu que será resolvida. Estou de olho!

2 comentários:

Homero José Dias Filho disse...

Eh nosso Kalorezinho. Continua o mesmo. Terra sem lei, rs. Mas por aqui não é muito diferente..

Homero José Dias Filho disse...

Eh nosso Kalorezinho. Continua a mesma. Terra sem leis, rs. Mas por aqui não é muito diferente.